Habilidades Sociais

habilidades sociais Habilidades Sociais

habilidades-sociais

Habilidades Sociais

Você sabe criticar sem ser agressivo? Consegue dizer não sem se sentir culpado? Sabe fazer pedidos maximizando as chances de que eles sejam atendidos? Consegue puxar assunto com um desconhecido sem ficar envergonhado? Fica sem saber o que dizer para terminar um namoro? Estes são só alguns exemplos de habilidades sociais e, se você tem dificuldade em uma ou várias dessas áreas, a boa notícia é que as habilidades sociais podem ser aprendidas!

O que são habilidades sociais?

Habilidades sociais são comportamentos que contribuem para a qualidade e a efetividade das interações que estabelecemos uns com os outros. Uma pessoa socialmente hábil tem a capacidade de emitir comportamentos que são reforçados e de inibir os que são desfavoráveis. “O comportamento que permite a alguém agir de acordo com seus interesses mais importantes, defender-se sem ansiedade inapropriada, expressar de maneira confortável sentimentos honestos ou exercer os direitos pessoais sem negar os direitos de outrem.”* (Alberti & Emmons, 1978)

Por que é importante ter habilidades sociais?

Pessoas socialmente hábeis têm relações pessoais mais recompensadoras e duradouras e se saem melhor social e profissionalmente.

Algumas habilidades sociais são: a capacidade de controlar a raiva, de dizer não, de manifestar opiniões, de expressar sentimentos positivos e negativos, fazer e receber críticas e elogios, pedir e agradecer favores, aceitar ou recusar pedidos, desculpar-se, iniciar, manter e terminar uma conversa, interagir com autoridades, encerrar relacionamentos, falar em público, tomar decisões e fazer amigos.

Expressar seus sentimentos e pensamentos de forma direta, honesta e adequada, sem ser agressivo ou grosseiro e, ao mesmo tempo, sem ser passivo (sem violar seus direitos por não conseguir expressar suas opiniões), é ser assertivo. A assertividade pode ser treinada. Permite que a pessoa aprenda a se colocar perante as outras, aprendendo as melhores formas de fazer pedidos, dizer não, expressar agrado e desagrado, fazer críticas e negociar acordos.

O treinamento em habilidades sociais é muito importante no tratamento de alguns transtornos psiquiátricos, como, por exemplo, a fobia social, na qual o paciente se sente extremamente intimidado ao lidar com pessoas pouco conhecidas, ao falar em público e interagir com figuras de autoridade (chefe, policiais).

Em vários transtornos psiquiátricos há dificuldade em controlar a raiva e, consequentemente, descontrole dos impulsos, levando a discussões frequentes e até a atos agressivos ou de automutilação. Estas pessoas podem se beneficiar com o treinamento do manejo da raiva, aprendendo outras formas de extravasar seus sentimentos desagradáveis. Dependentes químicos, por sua vez, também costumam ter dificuldades de assertividade, buscando a fuga por meio das drogas ou do álcool toda vez que se sentem frustrados e não conseguem lidar com esta frustração. Para esses pacientes, o treinamento de habilidades sociais pode ser extremamente útil, ensinando-os outras formas de suportar suas frustrações sem precisar do escape das drogas.

foto: depositphotos Jakub Jirsak

Artigos Relacionados:

Juliana Garbayo

facebooktwitterlinkedin

Graduada em Medicina na Universidade Federal Fluminense (UFF). Cursou Residência Médica em Psiquiatria na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ-IPUB)


Postado em por Juliana Garbayo em Dicionário

Adicione um comentário

Se você deseja ajuda, por favor entre em contato conosco, consultório de Psiquiatria RJ:

Dra. Juliana Garbayo Psiquiatra RJ - Telefone: (21) 99780-4339 Copacabana - Rio de Janeiro
Desenvolvido por WebProfissional Até Jan 2014.