O que é transtorno de compras compulsivas ou oniomania?

compra compulsiva oniomania O que é transtorno de compras compulsivas ou oniomania?

Comprar compulsivamente o que é?

Comprar compulsivo (ou oniomania) pode ser entendido como um transtorno do controle dos impulsos caracterizado pela incapacidade de controlar compras e gastos financeiros.

Estima-se que 2 a 8% da população seja vítima deste quadro e que as mulheres sejam mais acometidas do que os homens.

Como é o quadro clínico?

Pessoas acometidas por este transtorno sofrem com um excesso de preocupações e desejos relacionados a compras e, muitas vezes, perdem o controle e acabam gastando mais do que podem ou que planejaram.

O quadro em geral se inicia por volta dos 18 anos, mas o comportamento costuma se tornar evidente somente muito tempo mais tarde, por volta dos 30 anos de idade.

Enquanto as mulheres tendem a comprar mais roupas, bolsas, sapatos, maquiagem e jóias, os homens gastam mais com eletrônicos, relógios, carros e acessórios.

Em geral, os pacientes compram coisas para si próprios; entretanto, muitos objetos podem ser comprados também para familiares (filhos, marido). Presentear os demais membros da família não só alivia a culpa do paciente por ter gastado muito dinheiro consigo próprio como também tem a função de “comprar” a cumplicidade dos familiares.

Existe tratamento eficaz?

Sim. O tratamento do transtorno de compras compulsivas geralmente é feito com antidepressivos, porém outras classes de medicamentos têm se mostrado eficazes em relatos de casos.

Obviamente, o objetivo do tratamento não é a abstinência completa do ato de comprar, mas o controle do comportamento, que em situações normais obedece à seguinte sequência de etapas: avaliação da necessidade; avaliação das possibilidades; pesquisa de preços e condições de pagamento; consulta a terceiros; negociação; deliberação; comprar o que foi programado.

Quando adequadamente tratado, o prognóstico costuma ser favorável.

* Observação: este texto não tem a função de substituir o atendimento médico. Se você acha que pode estar sofrendo deste transtorno, procure o médico.

Fotos: depositphotos / jag_cz

Artigos Relacionados:

Juliana Garbayo

facebooktwitterlinkedin

Graduada em Medicina na Universidade Federal Fluminense (UFF). Cursou Residência Médica em Psiquiatria na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ-IPUB)


Postado em por Juliana Garbayo em Dicionário

Adicione um comentário

Se você deseja ajuda, por favor entre em contato conosco, consultório de Psiquiatria RJ:

Dra. Juliana Garbayo Psiquiatra RJ - Telefone: (21) 99780-4339 Copacabana - Rio de Janeiro
Desenvolvido por WebProfissional