Lutos não reconhecidos

luto desconhecido psiquiatra rj Lutos não reconhecidos

Algumas vezes passamos por perdas que, por alguma razão cultural, não são muito reconhecidas pela sociedade. São dores muito profundas para quem vive a perda, mas que podem ser menosprezadas pelas demais pessoas. Por exemplo, pessoas que perdem os avós, ou que perdem os pais já em idade avançada, podem receber pouco apoio dos que o cercam que acham que essa perda “era mais que esperada” e que a pessoa devia “se recuperar logo”. O mesmo acontece com pessoas em luto pela perda de animais de estimação, amigos, e por mulheres que perderam bebês ainda na gestação. Por não encontrarem apoio e validação da sua dor na sociedade, essas pessoas tendem a sofrer caladas, o que pode agravar muito o processo de luto. É importante afirmar que não há perda “menos importante” ou dor “menor”.

Desenvolvido por WebProfissional